A fé deve ser cultivada a cada dia. A participação na missa, nas atividades da comunidade, as orações pessoais, a leitura bíblica, o sacramento da penitência e algum trabalho de ajuda a pessoas necessitadas são algumas atitudes que ajudarão no cultivo da sua fé.

Mas nem sempre podemos senti-la de maneira constante. Há tempos em que algumas situações podem interferir e não sentimos aquele ardor que tínhamos antes: pode ser o stress, alguma situação de ansiedade, angústias, etc. Isso é fase, depois passa e faz parte também do crescimento da fé.

Toda fé tem de ser amadurecida e o seu amadurecimento passa também por situações que vão provar ou dar qualidade à fé. A fé de uma criança é diferente da fé de uma pessoa adulta. Em Eclesiástico 2, 1-2 podemos refletir sobre a fé, “¹Filho, se pretendes servir ao Senhor, permanece firme na justiça e no temor e prepara-te para a provação. ²Governa teu coração e sê constante, inclina teu ouvido e acolhe as palavras de sabedoria e não te perturbes no tempo da adversidade”.

É importante rezar mesmo sentindo-se fraco na fé.

Santo Afonso dizia que a oração mais perfeita não é aquela feita no momento de fervor da fé, mas aquela quando estamos nos sentindo frios na fé, porque é aí que se mostra que verdadeiramente fizemos a opção por Deus. É fácil rezar quando temos vontade, é difícil rezar nos momentos de frieza espiritual. Mas se permanecer firme na opção por Jesus, é porque realmente está madura e sabe da sua importância para a vida. Os grandes santos também passaram por esses momentos de frieza na fé, basta vê Madre Tereza de Calcutá, que passou anos sentindo-se na aridez espiritual, por mais ou menos 50 anos, mas nunca deixou de agir como Deus, acolhendo aqueles que encontravam abandonados.

Manter-se no caminho de Deus, é possível sintir-se acolhido por Ele e protegido, Ele não se afasta de quem se sente só.

Na Carta de São Tiago 2, 14-18 podemos aprender uma lição sobre a Fé.

Há momentos em que a fé parece estar ausente, a vida fica sem sentido, acaba aquele ardor de antes. É natural que isso aconteça, é um momento de prova da sua fé, quando você deve perseverar na oração, mesmo que não tenha vontade de rezar.

Às vezes a vida fica sem graça, falta a alegria, o entusiasmo, energia a gente olha pra enxergar Deus e parece que Ele resolveu sumir. É claro que não, Deus continua ali pertinho de você, mas esse momento de turbulência interior não te deixa enxerga-lo com o coração, algo está impedindo você entrar na intimidade com Deus. É preciso descobrir o que é. Mas é importante enfrentar esse momento sem se deixar levar por Ele. Tudo passa, só Deus não passa, Ele continua conosco. Ele está com você.

Portal A12, 26 de Abril de 2016 às 09h32.

Paróquia Sant'Ana de Itaúna

Praça Dr. Augusto Gonçalves, 344 - Centro
CEP.: 35.680-054 ITAÚNA-MG
Telefone: (37) 3242-3641
E-mail: contato@paroquiadesantana.com.br

Expediente Paroquial

Atendimento da Secretaria:
De Segunda-feira a Sexta-feira de 7:30h às 17h30

Atendimento dos Padres:
De Terça-feira a Quinta-feira: 8h30 às 10h | 14h às 16h