Evangelho

(37) 3242-3641


pe guilherme machado

Comentário ao Evangelho do 1o Domingo do Advento 28/11/2021 (Lc 21,25-28.34-36)

feito por Padre Guilherme* 

 

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 25“Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra, as nações ficarão angustiadas, com pavor do barulho do mar e das ondas. 26Os homens vão desmaiar de medo, só em pensar no que vai acontecer ao mundo, porque as forças do céu serão abaladas. 27Então eles verão o Filho do Homem, vindo numa nuvem com grande poder e glória. 28Quando estas coisas começarem a acontecer, levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima. 34Tomai cuidado para que vossos corações não fiquem insensíveis por causa da gula, da embriaguez e das preocupações da vida, e esse dia não caia de repente sobre vós; 35pois esse dia cairá como uma armadilha sobre todos os habitantes de toda a terra. 36Portanto, ficai atentos e orai a todo momento, a fim de terdes força para escapar de tudo o que deve acontecer e para ficardes em pé diante do Filho do Homem. 

Ao falar sobre o final dos tempos, Jesus menciona sinais perceptíveis na natureza, a ocorrência de um julgamento e a libertação dos limites desta vida com o estabelecimento de um tempo novo. Também deixa claro sobre a incerteza de quando tais eventos se realizarão.

A simples observação da dinâmica da natureza nos leva a entender que a vida caminha para o fim. A demora da chegada deste fim pode ser compreendida como fruto da misericórdia divina, que dá oportunidade para conversão, ainda que nem sempre o ser humano faça por merecer.

As preocupações da vida, algumas bem ligadas a necessidades corporais, podem tornar o coração humano insensível aos sinais. E a imprevisibilidade de quando será o fim é incentivo para a conversão.

__________________ 

*Padre Guilherme da Silveira Machado é administrador paroquial na Paróquia de São Sebastião, em Leandro Ferreira.

 

 

 

 

 

 

Confira o vídeo (através do link abaixo) postado no Youtube por nossa Diocese:  

https://www.youtube.com/watch?v=ZyF4rTDvWlU

 

Estas informações estão sendo atualizadas. Desculpe-nos pelos transtornos.

Para devolver o Dízimo ou se tornar um novo dizimista basta procurar a Secretaria Paroquial ou os agentes da Pastoral do Dízimo nas Celebrações Dominicais.

 Procedimento para habilitação do Processo para o Sacramento do Matrimônio

1 – Documentação a ser apresentada no ato de preenchimento do Processo Matrimonial: → Batistério – fazer o requerimento na Paróquia em que foi batizado (a). → Certificado ou declaração do Curso de Noivos. → Carteira de Identidade (não podendo ser carteira de habilitação). → CPF. → Comprovante de endereço dos noivos – deve constar nome dos pais ou dos nubentes.

2 – Dias e horários de Celebração do Matrimônio: Na Matriz de Sant’Ana: Sextas-feiras: 20h (À primeira sexta-feira de cada mês, a celebração do Matrimônio na Matriz acontece às 20h30). Sábados: às 10h ou 11h, 17h30 e 19h. As celebrações também podem acontecer em qualquer outra Capela da Paróquia em data e horário a serem agendados na Secretaria da Paróquia.

3 – Celebrações do Matrimônio assistidas pelos padres: Sextas-feiras 20h, Sábados 11h e 17h30. O Matrimônio das 19h é assistido por Testemunha Qualificada para o Matrimônio (Ministro). Se houver celebração do Matrimônio na Matriz de Sant’Ana e na Capela de Nossa Senhora das Graças no horário de 17h30 do sábado, uma das celebrações será assistida por um Padre e a outra por uma Testemunha Qualificada para o Matrimônio. (O Padre atenderá ao horário da primeira marcação).

4 – Tempo para o agendamento: Os fiéis que residem no território da Paróquia Sant’Ana, deverão fazer o agendamento com 11 meses de antecedência à data escolhida para a Celebração do Matrimônio. (Ou menos de 11 meses, se houver data e horário disponíveis). Os fiéis que residem fora do território da Paróquia (transferência), deverão fazer o agendamento com nove meses de antecedência à data escolhida para a Celebração do Matrimônio. (Ou menos de nove meses, se houver data e horário disponíveis), e, nestes casos, a habilitação do processo deverá ser realizada na Paróquia onde residem os noivos. Se a dada prevista para o agendamento for dia de sábado, domingo ou feriado, o agendamento deverá ser feito no dia anterior (véspera).

5 – Os nubentes que lavrarem o Processo de Habilitação Matrimonial na Paróquia Sant’Ana, têm o prazo de 30 dias para fazerem a entrevista com o Padre para a conclusão do processo. Horários de atendimento dos Padres: Sextas-feiras – agendamento de 14h as 16h

6 – Em caso de transferência trazer declaração de que o processo encontra-se em andamento.


Paróquia Sant'Ana de Itaúna
Diocese de Divinópolis

Praça Dr. Augusto Gonçalves, 344 - Centro
CEP.: 35.680-054 ITAÚNA-MG
Telefone: (37) 3242-3641
WhatsApp: (37) 3242-3641
E-mail: contato@paroquiadesantana.com.br

Expediente Paroquial

Atendimento da Secretaria:
De Segunda-feira a Sexta-feira de 7:30h às 17h30

Atendimento dos Padres:
Quarta-feira e Quinta-feira: 8h30 às 10h | 14h às 16h