Evangelho

(37) 3242-3641


pe guilherme machado

Comentário ao Evangelho do Domingo de Jesus Cristo Rei do Universo 22/11/2020 (Mt 25,31-46)

feito por Padre Guilherme* 

 

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 31“Quando o Filho do Homem vier em sua glória, acompanhado de todos os anjos, então se assentará em seu trono glorioso. 32Todos os povos da terra serão reunidos diante dele, e ele separará uns dos outros, assim como o pastor separa as ovelhas dos cabritos. 33E colocará as ovelhas à sua direita e os cabritos à sua esquerda. 34Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Vinde, benditos de meu Pai! Recebei como herança o Reino que meu Pai vos preparou desde a criação do mundo! 35Pois eu estava com fome e me destes de comer; eu estava com sede e me destes de beber; eu era estrangeiro e me recebestes em casa; 36eu estava nu e me vestistes; eu estava doente e cuidastes de mim; eu estava na prisão e fostes me visitar’. 37Então os justos lhe perguntarão: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer? Com sede e te demos de beber? 38Quando foi que te vimos como estrangeiro e te recebemos em casa, e sem roupa e te vestimos? 39Quando foi que te vimos doente ou preso e fomos te visitar?’ 40Então o Rei lhes responderá: ‘Em verdade eu vos digo que todas as vezes que fizestes isso a um dos menores de meus irmãos, foi a mim que o fizestes!’ 41Depois o Rei dirá aos que estiverem à sua esquerda: ‘Afastai-vos de mim, malditos! Ide para o fogo eterno, preparado para o diabo e para os seus anjos. 42Pois eu estava com fome e não me destes de comer; eu estava com sede e não me destes de beber; 43eu era estrangeiro e não me recebestes em casa; eu estava nu e não me vestistes; eu estava doente e na prisão e não me fostes visitar’. 44E responderão também eles: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome, ou com sede, como estrangeiro, ou nu, doente ou preso, e não te servimos?’ 45Então o Rei lhes responderá: ‘Em verdade eu vos digo: todas as vezes que não fizestes isso a um desses pequeninos, foi a mim que não o fizestes!’ 46Portanto, estes irão para o castigo eterno, enquanto os justos irão para a vida eterna”. 

 

Embora nesta passagem haja uma comparação do Filho do Homem com um pastor, não é uma parábola, mas uma descrição do juízo final.

O Filho do Homem chegando acompanhado de anjos e sentando-se em um trono é uma imagem apocalíptica. Jesus compara a separação que haverá após o julgamento com a separação que se fazia nos rebanhos de animais daquele tempo, quando chegava a noite. Os animais menores precisavam de mais proteção contra o frio. Durante o dia, em um rebanho, ovelhas e cabritos ficam juntos no campo. Assim, também no mundo, permanecem juntas as pessoas boas e más. Após o juízo final, haverá a separação conforme os atos praticados. Para uns a salvação, para outros a perdição.

Os destinatários da caridade são os mesmos necessitados do Antigo Testamento: famintos, sedentos, estrangeiros, nus, doentes e prisioneiros (Is 58,7; Tb 4,16). A novidade de Jesus é Sua presença nesses sofredores. Quem socorrê-los fará isso a Jesus.

 

O convite para quem quiser ter Jesus como rei é a vivência do amor ao próximo. Assim, no juízo final poderá se reencontrar com Jesus, porque já O terá encontrado antes no pobre e no sofredor. 

__________________ 

*Padre Guilherme da Silveira Machado é administrador paroquial na Paróquia de São Sebastião, em Leandro Ferreira.

 

 

 

 

 

 

Confira o vídeo (através do link abaixo) postado no Youtube por nossa Diocese:  

https://www.youtube.com/watch?v=ZyF4rTDvWlU

 

Estas informações estão sendo atualizadas. Desculpe-nos pelos transtornos.

Para devolver o Dízimo ou se tornar um novo dizimista basta procurar a Secretaria Paroquial ou os agentes da Pastoral do Dízimo nas Celebrações Dominicais.

 Procedimento para habilitação do Processo para o Sacramento do Matrimônio

1 – Documentação a ser apresentada no ato de preenchimento do Processo Matrimonial: → Batistério – fazer o requerimento na Paróquia em que foi batizado (a). → Certificado ou declaração do Curso de Noivos. → Carteira de Identidade (não podendo ser carteira de habilitação). → CPF. → Comprovante de endereço dos noivos – deve constar nome dos pais ou dos nubentes.

2 – Dias e horários de Celebração do Matrimônio: Na Matriz de Sant’Ana: Sextas-feiras: 20h (À primeira sexta-feira de cada mês, a celebração do Matrimônio na Matriz acontece às 20h30). Sábados: às 10h ou 11h, 17h30 e 19h. As celebrações também podem acontecer em qualquer outra Capela da Paróquia em data e horário a serem agendados na Secretaria da Paróquia.

3 – Celebrações do Matrimônio assistidas pelos padres: Sextas-feiras 20h, Sábados 11h e 17h30. O Matrimônio das 19h é assistido por Testemunha Qualificada para o Matrimônio (Ministro). Se houver celebração do Matrimônio na Matriz de Sant’Ana e na Capela de Nossa Senhora das Graças no horário de 17h30 do sábado, uma das celebrações será assistida por um Padre e a outra por uma Testemunha Qualificada para o Matrimônio. (O Padre atenderá ao horário da primeira marcação).

4 – Tempo para o agendamento: Os fiéis que residem no território da Paróquia Sant’Ana, deverão fazer o agendamento com 11 meses de antecedência à data escolhida para a Celebração do Matrimônio. (Ou menos de 11 meses, se houver data e horário disponíveis). Os fiéis que residem fora do território da Paróquia (transferência), deverão fazer o agendamento com nove meses de antecedência à data escolhida para a Celebração do Matrimônio. (Ou menos de nove meses, se houver data e horário disponíveis), e, nestes casos, a habilitação do processo deverá ser realizada na Paróquia onde residem os noivos. Se a dada prevista para o agendamento for dia de sábado, domingo ou feriado, o agendamento deverá ser feito no dia anterior (véspera).

5 – Os nubentes que lavrarem o Processo de Habilitação Matrimonial na Paróquia Sant’Ana, têm o prazo de 30 dias para fazerem a entrevista com o Padre para a conclusão do processo. Horários de atendimento dos Padres: Sextas-feiras – agendamento de 14h as 16h

6 – Em caso de transferência trazer declaração de que o processo encontra-se em andamento.


Paróquia Sant'Ana de Itaúna
Diocese de Divinópolis

Praça Dr. Augusto Gonçalves, 344 - Centro
CEP.: 35.680-054 ITAÚNA-MG
Telefone: (37) 3242-3641
E-mail: contato@paroquiadesantana.com.br

Expediente Paroquial

Atendimento da Secretaria:
De Segunda-feira a Sexta-feira de 7:30h às 17h30

Atendimento dos Padres:
Quarta-feira e Quinta-feira: 8h30 às 10h | 14h às 16h